Cursos online ajudam na educação financeira
< Voltar para notícias
487 pessoas já leram essa notícia  

Cursos online ajudam na educação financeira

Publicado em 11/09/2019 , por Larissa Esposito

1_whatsapp_image_2019_09_09_at_16_09_21-13103653.jpg

Instituições dão dicas para que usuários compreendam como fazer o orçamento render

Rio - A estudante Flávia Campos, de 20 anos, conta que a maior dificuldade com o dinheiro é usá-lo de maneira correta e fazê-lo render. "No final das contas eu não consigo comprar o que eu queria porque fui gastando de pouquinho em pouquinho com besteiras, tipo um chocolate e outros itens", diz.  

Para facilitar e ajudar na vida financeira de pessoas que têm dificuldades de controlar o orçamento, instituições como Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Federação Brasileira de Bancos (Febraban) oferecem cursos online que dão condições e dicas de como fazer o dinheiro render o mês todo.

Flávia ficou empolgada: "Vai ser ótimo para eu me organizar e cuidar melhor do meu dinheiro, ainda mais sendo gratuito. Assim já economizo aprendendo, né!?"

O caso de Flávia é recorrente, conforme mostra levantamento feito em setembro pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Segundo os dados, entre os inadimplentes, 53% admitem ter pouco conhecimento sobre a própria renda do mês, entre salários e rendimentos, e 46% sabem pouco ou nada sobre o valor de suas contas básicas, como luz, água e aluguel.

Em junho desse ano, o número de devedores no Brasil chegou a 63,4 milhões, de acordo com a pesquisa feita em agosto pelo Serasa Experian. O Rio de Janeiro é o segundo Estado com o maior número de pessoas em inadimplência, registrando 6,1 milhões.

"A vantagem dos cursos é que eles mudam a realidade de milhões de pessoas que estão inadimplentes porque não entendem o que recebem. Com a educação financeira, o consumidor vai poder analisar até onde poderá comprar e compreender os juros", explica o especialista em finanças e educador financeiro Washington Mendes.

CURSOS ONLINE

A FGV oferece 16 cursos, em diferentes áreas. Mas o destaque é o de "Como planejar a aposentadoria", que auxilia a compreensão dos métodos para se programar e garantir o benefício. Mary Murashima, professora e diretora de gestão acadêmica da FGV, ressalta que a plataforma é aberta a todos e concede certificados. Os interessados devem preencher uma ficha de inscrição. Os cursos estão disponíveis no site da FGV (https://educacao-executiva.fgv.br/)

Na CVM, são três cursos. Os temas das aulas da comissão são sobre: Matemática Financeira Básica, Educação Financeira para jovens e Poupança e Investimento. Para se inscrever, é necessário entrar no site http://cursos.cvm.gov.br/course/ e se cadastrar.

Já o Banco Central tem dois módulos voltados para a gestão de finanças pessoais. Para participar, o interessado precisa fazer um cadastro na plataforma https://cidadaniafinanceira.bcb.gov.br/treinamento.

"É muito importante que a sociedade seja bem preparada e educada do ponto de vista financeiro. O curso ensina com linguagem simples e acessível, com histórias para exemplificar e vídeos", afirma João Evangelista,analista do departamento de promoção da cidadania financeira do Banco Central.

A Febraban mantém o projeto "Papo Reto". São vídeos semanais de três minutos com dicas importantes, como o funcionamento do cheque especial, com participação de Zeca Pagodinho. Para conhecer mais, acesse https://paporetocomfebraban.com.br/.

Fonte: O Dia Online - 10/09/2019

487 pessoas já leram essa notícia  

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas